Type

Database

Creator

Date

Thumbnail

Search results

670 records were found.

60 Parábolas sobre o nosso corpo mortal e a chama imortal da consciência «Uma parábola é uma forma de dizer as coisas de uma maneira indireta. A verdade não pode ser afirmada diretamente. Isso seria demasiado violento demasiado agressivo demasiado masculino. A verdade só pode ser dita de uma maneira muito indireta. Pode ser dada a entender apontada. Uma pessoa não pode ser convencida da verdade pode apenas ser persuadida.E o mestre é aquele que não o vai convencer da verdade mas antes seduzi-lo até à verdade...
Uma mentiu. Uma morreu. Quando uma das irmãs morre a outra tem de ser forte para sobreviver. Após um acidente trágico atormentada pela morte da irmã gémea Abi começa uma nova vida em Bath. Porém quando conhece os irmãos Bea e Ben é rapidamente levada para o seu meio privilegiado e perturbante. Quando uma das irmãs mente tem de esconder o seu segredo a todo o custo Enquanto Abi tenta responder às exigências dos seus amigos instáveis sucedem-se estranhos acontecimentos – desaparecem cartas importantes e surgem mensagens ameaçadoras. Será obra da bela e caprichosa Bea? Ou estará Abi disposta a tudo para obter atenção? Quando a verdade vem ao de cima poderá a irmã sobreviver?
No final dos anos 80 em Londres duas meninas de oito anos partilham o mesmo nome e a mesma paixão pelo ballet. Nada as poderá afastar uma da outra nem do sonho de um dia se tornarem bailarinas profissionais mundialmente famosas.Mas um ato de maldade de um homem destrói todos os sonhos de infância e promete derrubar de vez o mundo das duas amigas. E assim Veronika e Veronica seguem caminhos diferentes e invisíveis desprovidos de fantasia ou esperança. Vinte anos depois as memórias da amizade e a necessidade de mudar de vida vingam forçando um novo cruzar de caminhos e a busca de um novo rumo juntas.
O colégio de St. Oswald é antigo e cheio de tradição. Mas nos seus imponentes salões e longos corredores sopram agora ventos de mudança. A vaga de modernidade parece imparável e inclui a admissão de raparigas novas tecnologias uma possível “fusão” com um colégio feminino e até um novo diretor. É por esse motivo que Roy Straitley o excêntrico professor de Latim decide adiar a sua reforma. Há mais de trinta anos que Straitley dá aulas em St. Oswald onde ele próprio estudou. Para ele a escola é o seu lar e a sua vida. Enquanto faz os possíveis para manter a tradição o professor descobre que o novo diretor é nada menos que um ex-aluno seu um rapaz cuja memória nunca deixou de o atormentar. E que representa agora uma ameaça que apenas Straitley consegue antever...
«Brigitte é feliz.Tem um trabalho de que gosta (o suficiente) e ama um homem (o suficiente). De súbito vê o seu mundo abalado quando percebe que se instalou na vida e que nunca lutou pelos seus sonhos. Aceita então ajudar a mãe num projeto de investigação sobre o passado da família. Entre registos e documentos descobre a sua origem Sioux e como uma das suas antepassadas se tornou marquesa em plena Revolução Francesa. Ao reconstituir o percurso de Wachiwi a princesa índia que viajou até França e se tornou uma nobre europeia Brigitte encontra inspiração para dar um novo rumo à sua vida» (sinopse retirada da contracapa do livro)
«Quando um lobo sabe que o seu tempo está a terminar e que já não é útil à alcateia muitas vezes escolhe afastar-se. Morre assim isolado da sua família do seu grupo preservando até ao fim todo o orgulho que lhe é próprio e mantendo-se fiel à sua natureza. Luke Warren passou a vida inteira a estudar lobos. Chegou inclusivamente a viver com eles durante longos períodos. Em muitos sentidos Luke compreende melhor as dinâmicas da alcateia do que as da sua própria família. A mulher Georgie desistiu finalmente da solidão em que vivia e deixou-o...
«Melissa tem oito anos quando a mãe morre. Nunca chegam a despedir-se. Treze anos mais tarde é-lhe entregue um diário que a mãe escreveu para ela. Quando alisa as páginas e começa a ler as últimas palavras da mãe Melissa é imediatamente transportada para a infância. A emoção que sente é imensa mas este presente é também um cruel lembrete de que não tornará a ver a mãe. À medida que percorre as páginas do precioso diário lê os conselhos que a mãe lhe deixou e prepara os pratos seguindo as suas receitas mas vai também descobrindo os segredos da mãe. Segredos esses que podem mudar a sua vida para sempre» (sinopse retirada da contracapa do livro)
«Maria do Céu Painhas conhece bem as maravilhas que os produtos naturais podem fazer pelo nosso corpo e pela nossa aparência. Aprendeu com a sua bisavó as propriedades do mel do leite e do azeite para combater por exemplo os mais variados males e agressões a que a pele está sujeita. A par desta sabedoria popular e empírica foi estudando e aprofundando as propriedades que especialistas reconhecidos em todo o mundo têm atribuído à natureza. Concluiu que ao contrário do que muitos pensam esta esteve sempre presente na cosmética e nas soluções para o tratamento da pele e do envelhecimento. Com BELEZA NATURAL a autora pretende tornar este bem-estar acessível a todos numa abordagem que começa com tratamentos para a nossa pele cabelo e unhas mas que passa igualmente pelos cuidados a ter com a mente e pelo exercício. Por isso mesmo além de vár...
«Prometo perder. Prometo por vezes fraquejar por vezes cair por vezes ser incapaz de ganhar. Nem sempre conseguirei superar nem sempre conseguirei ultrapassar. Nem sempre poderei ser capaz de ir tão longe como tu me pedes de te dar exatamente o que merecias que te desse. O que desesperadamente te quero dar. Nem sempre conseguirei sorrir também. Prometo perder. Prometo ainda manter-me vivo depois de cada derrota resistir ao peso insustentável de cada impossibilidade. Há-de haver momentos em que sem querer te magoarei momentos em que sem querer tocarei no lado errado da ferida. Mas o que nunca vai acontecer é desistir só porque perdi parar só porque é mais fácil ceder só porque dói construir. Prometo perder. Porque só quem ama corre o risco de perder; os outros correm apenas o risco de continuar perdidos. Prometo perder. Porque só quem n...
«Farida foi até há pouco tempo uma jovem como tantas outras. Em agosto de 2014 tinha 17 anos uma família numerosa e uma melhor amiga com quem partilhava segredos e sonhos de futuro. Na sua aldeia no Iraque reinava a paz. Mas isso era "antes". O "depois" impôs-se com a brutalidade de um pesadelo. Decorria ainda o mês de agosto quando a sua aldeia não-muçulmana foi ocupada pelo Estado Islâmico. Os aldeões enfrentaram as ameaças com a dignidade da fé. Unidos recusaram converter-se ao Islão. E pagaram o preço. Os jihadistas assassinaram todos os homens e rapazes e raptaram as mulheres e crianças. O que se seguiu está para lá dos limites da imaginação. O dia a dia feito de espancamentos e violações. A indignidade dos mercados onde o Estado Islâmico vendia as prisioneiras como se fossem gado. Mas após várias tentativas de suicídio a revolta ...
LibrariesLorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin sagittis metus metus. Integer in dui ligula. Proin non felis sapien. Nullam egestas arcu vel interdum accumsan. Interdum et malesuada fames ac ante ipsum primis in faucibus. Fusce odio odio, dignissim vitae arcu quis, molestie vehicula sapien. Aenean semper odio auctor odio scelerisque tincidunt ut sit amet ligula. Proin hendrerit scelerisque iaculis. Donec gravida est ut nisi commodo varius.
Documentation centerLorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin sagittis metus metus. Integer in dui ligula. Proin non felis sapien. Nullam egestas arcu vel interdum accumsan. Interdum et malesuada fames ac ante ipsum primis in faucibus. Fusce odio odio, dignissim vitae arcu quis, molestie vehicula sapien. Aenean semper odio auctor odio scelerisque tincidunt ut sit amet ligula. Proin hendrerit scelerisque iaculis. Donec gravida est ut nisi commodo varius.
MuseumsLorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Proin sagittis metus metus. Integer in dui ligula. Proin non felis sapien. Nullam egestas arcu vel interdum accumsan. Interdum et malesuada fames ac ante ipsum primis in faucibus. Fusce odio odio, dignissim vitae arcu quis, molestie vehicula sapien. Aenean semper odio auctor odio scelerisque tincidunt ut sit amet ligula. Proin hendrerit scelerisque iaculis. Donec gravida est ut nisi commodo varius.